Pinoli E Seus Variados Benefícios Para A Saúde

Pinoli E Seus Variados Benefícios Para A Saúde

 

Rica em proteínas, fibras, vitaminas do Complexo B e sais minerais tais como zinco, cobre, ferro, manganês e magnésio, além de conter ômega 3, 6 e 9.

Pinoli é uma especiaria originada da árvore Pinus Pinea, conhecida como Pinheiro Manso, de origem mediterrânea.  A semente ainda é pouco difundida entre os brasileiros…

A árvore demora em média 100 anos para começar a produzir os frutos, cujas sementes são chamadas de Pinoli.

Seu preço é um pouco mais alto é justificado pela dificuldade de cultivo.

As sementes remetem às amêndoas, de tamanho reduzido, cuja coloração é amanteigada.

Sua colheita acontece nos meses de dezembro a março. A extração da semente ainda é manual, na qual a pinha é descascada de onde se retiram as sementes.

O consumo regular, em pequena quantidade, auxilia no funcionamento intestinal, na redução do colesterol e no fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo doenças cardiovasculares e a diabetes.

Utilização do Pinoli

A semente de formato ovalado e de textura macia é utilizada  na culinária sírio-libanesa, na qual é chamada também de Snoubar.

Ela faz parte de variadas preparações culinárias tais como esfirras, legumes, quibes, arroz, charutos recheados, pesto, saladas, recheios de tortas e em preparações de sorvete, bolos, tortas e doces.

Os italianos e libaneses também apreciam a semente que faz parte de variadas receitas. Mas a receita mais conhecida, com a utilização do Pinoli é o Molho ao Pesto.

 

Vamos aprender essa receita?

A verdadeira receita italiana do molho pesto

Ingredientes…

para 4 pessoas (tempo de preparação: cerca de 20 minutos)

  • 50 gramas de manjericão fresco (folhas apenas)
  • 2 dentes de alho
  • 100 ml de azeite extra virgem de oliva
  • 6 colheres de sopa de queijo parmesão ralado (cerca de 70 gramas)
  • 2 colheres de sopa de queijo pecorino ralado (cerca de 30 gramas). Importante: se você não encontrar o queijo pecorino, você pode substituí-lo com mais queijo parmesão
  • 1 colher de sopa de pinoli (cerca de 20 gramas)

Como fazer

A receita original pede o uso de um socador para bater as folhas de manjericão, mas para facilitar as coisas te passamos a receita utilizando o liquidificador.

Para começar, é importante lavar as folhas de manjericão e secá-las bem!

Este processo é muito importante para obter um excelente molho pesto, uma vez que as folhas de manjericão devem estar secas e não podem estar enrugadas.

Coloque todos os ingredientes, menos o queijo, no liquidificador.

Bata tudo lentamente até que a mistura vire um composto líquido e cremoso.

Neste ponto, adicione o queijo e mexa bem até que tudo fique bem misturado.

Deixe o molho pesto na geladeira por durante 2-3 dias num recipiente hermético, tendo o cuidado de cobri-lo com uma camada de azeite extra virgem de oliva.

O pesto, além de ser um ótimo molho para massas e lasanhas, pode ser utilizado para preparar alguns pratos fritos mas também para acompanhar um prato de carne ou de peixe e algumas entradas.

 

 


Ofertas exclusivas e muito mais por e-mail:

© 2016 | Brasil Natural.
Desenvolvido por: mufasa