ÓLEO ESSENCIAL DE LIMÃO-TAHITI - 10ml

ÓLEO ESSENCIAL DE LIMÃO-TAHITI – 10ml

Indicado para ativar a circulação periférica, sangüínea e linfática, para a desintoxicação interna, como diurético, carminativo, digestivo e imuno-estimulante.

R$29,90


Em estoque


Sobre o Óleo Essencial de Limão-Tahiti

O óleo essencial é extraído da casca do Limão através de pressão. O óleo tem uma coloração clara, amarelo-esverdeada, e exala o inconfundível aroma de limão fresco. Seus componentes ativos incluem o pineno, o limoneno, o felandreno, o canfeno, o linalol, os acetatos linalílico e geranílico, o citral e o citronelal. O óleo de limão tem uma série de propriedades muito importantes, dentre as quais sobressai sua capacidade de estimular os glóbulos brancos que protegem o organismo contra infecções. Tal propriedade é de grande valia, tanto no tratamento de ferimentos externos como de moléstias infecciosas.

O Limão é também hemostático, ou seja, ajuda a estancar sangramentos. Se a gengiva apresenta sangramento após a extração de um dente, deve-se tomar um pouco de suco de limão fresco e retê-lo na boca pelo tempo que for possível. Não se deve fazer bochechos com o líquido, uma vez que o movimento impedirá a coagulação necessária para estancar o sangramento. Um desinfetante bucal de suco de limão é também um tônico eficaz para a gengiva, além de indicado para o tratamento de gengivites e aftas. Para os sangramentos nasais, deve-se embeber um pequeno chumaço de algodão no suco de limão e introduzi-lo na narina. O limão é um poderoso bactericida, mais uma excelente razão para utilizá-lo no tratamento de cortes, ferimentos, etc. O Dr. Valnet cita uma pesquisa na qual se demonstrou que o óleo essencial destrói os bacilos da difteria em 20 minutos e, mesmo em uma diluição baixa como de 0,2% torna completamente inativos os bacilos da tuberculose. Caso haja dúvidas quanto à procedência da água usada para beber, pode-se misturar o suco de um Limão a cada litro.

A terceira propriedade importante do Limão é sua capacidade de neutralizar a acidez do organismo. À primeira vista, isso pode parecer surpreendente se tivermos em mente a flagrante natureza ácida do limão, mas o ácido cítrico é neutralizado durante a digestão, dando origem a carbonatos e bicarbonatos de potássio e cálcio, os quais contribuem para manter a alcalinidade do organismo. Tal propriedade tem aplicações úteis em todos os quadros em que o equilíbrio ácido/alcalino se encontra descompensado em termos de uma acidez excessiva; o exemplo que primeiro nos ocorre é o da acidez gástrica, que leva a dores estomacais e úlceras. O limão é também um eficaz tônico geral do sistema digestivo, inclusive do fígado e do pâncreas. Outras situações em que um excesso de acidez no organismo dá origem a sintomas de dor incluem o reumatismo, a gota e a artrite, quando o organismo não elimina com eficiência o ácido úrico, que se converte em cristais causadores de dores e inflamações nas juntas. O Limão tem um efeito tônico sobre o sistema circulatório, e é especialmente adequado para tratar varizes. É útil também nos casos de hipertensão arterial, e pode ser adotado em dietas preventivas contra a arteriosclerose.

Dentre os usos secundários do Limão encontramos aplicações no âmbito dos tratamentos de pele – é um descorante moderado, útil para dar vida a peles sem brilho e manchadas, sobretudo no pescoço, e pode exercer algum efeito nos casos de sardas, se aplicado diariamente durante um determinado período de tempo. Por ser adstringente, será útil para tratar peles oleosas, e as mesmas propriedades antissépticas que o tornam útil para tratar cortes, ferimentos, etc. Serão igualmente valiosas para tratar manchas e furúnculos. Pode-se usar o óleo de Limão como alternativa aos medicamentos químicos para remover calosidades e verrugas.

Precauções

Não se expor ao sol após o uso, este óleo é fototóxico. Não use puro no rosto. A DL50 está acima de 5g/kg de peso corpóreo, não sendo considerado tóxico.


Ofertas exclusivas e muito mais por e-mail:

© 2016 | Brasil Natural.
Desenvolvido por: mufasa